GABRIELA BILO/ESTADAO
GABRIELA BILO/ESTADAO

Serra diz que Petrobrás não tem caixa para manter participação no pré-sal

Autor de projeto de lei que acaba com a exigência de a estatal ser operadora única e ter porcentual mínimo de participação da empresa nos leilões do pré-sal falou durante audiência no Senado

Lorenna Rodrigues e Ricardo Brito, O Estado de S. Paulo

30 de junho de 2015 | 16h40

Brasília - O senador José Serra (PSDB-SP) disse que a obrigatoriedade de a Petrobrás ser operadora única no pré-sal é um "ônus" para a empresa neste momento e que a estatal não tem caixa para cumprir com a obrigação de ter no mínimo 30% de participação em todos os leilões. 

"A Petrobrás não tem condição de bancar a obrigatoriedade que lhe atribuiu a lei", disse. Serra é o autor de projeto de lei que acaba com a exigência de a estatal ser operadora única e ter porcentual mínimo de participação da empresa nos leilões do pré-sal. A matéria está sendo discutida em audiência no Senado.

O senador defendeu a votação da proposta com urgência para que o Brasil saia do que chamou de "estagnação" da produção de petróleo. Para o senador, seu projeto permitirá que a empresa "tome fôlego". 

"Minha intenção é defender a Petrobrás, fortalecer a empresa e permitir que se rompa esse estrangulamento na produção", completou. 

Serra ponderou que o projeto não retira a obrigatoriedade da utilização de equipamentos com conteúdo nacional na exploração do pré-sal. E criticou o congelamento de preços imposto pelo governo à Petrobrás nos últimos anos para combater a inflação. 

"Usaram a Petrobrás para servir a uma política econômica que não funcionava. A Petrobrás não está de joelhos, foi posta de joelhos pela loucura e megalomania do governo", apontou.

Ao final do discurso do senador, manifestantes contrários à proposta que acompanham a audiência chamaram o tucano de "entreguista" e "imperialista".

Tudo o que sabemos sobre:
Jose SerraPetrobraspre sal

Encontrou algum erro? Entre em contato

Tendências:

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.