Serra diz que não é candidato à Presidência

O ministro da Saúde, José Serra, um dos presidenciáveis do PSDB, afirmou hoje em São Paulo que não é candidato à Presidência nas eleições do ano que vem. Ele disse que sua pretensão, atualmente, "é trabalhar pela saúde e pelos genéricos". Serra participou da inauguração da primeira farmácia de genéricos da capital paulista. De acordo com Serra, o eleitorado não quer assistir discussões sobre eleição agora. "Eleição é no ano que vem, não devemos antecipar, não é o que a população quer. O que a população quer são os ministros trabalhando em função do interesse público, e não com urna eleitoral na cabeça", explicou.Mesmo negando a candidatura antecipada, Serra tem feito esforço para aparecer em público. Hoje ele já participou de dois eventos, o lançamento da campanha de vacinação de idosos contra a gripe e a inauguração da farmácia especializada. No início da tarde, ele participa de um terceiro evento, a inauguração de uma fábrica de genéricos em Itapira, no interior do Estado.PesquisaO ministro não quis comentar o resultado da pesquisa feita pelo instituto Unidade de Pesquisa, com 2,5 mil eleitores de São Paulo, que o apontam como o segundo melhor candidato do PSDB ao governo do Estado. Serra aparece na pesquisa com 31,8% das intenções de voto, ante 46% do governador Geraldo Alckmin. "Não me manifesto porque senão entramos em um tipo de debate que não me parece conveniente", disse.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.