Serra diz que Marta só gasta com placas de obras

O pré-candidato do PSDB à Prefeitura de São Paulo, José Serra, criticou a prefeita Marta Suplicy (PT) pela paralisação de algumas obras na cidade. "Só existem placas. Por trás delas não tem nada, só obras paralisadas", afirmou o candidato ao visitar no sábado o bairro de Cidade Tiradentes, na zona leste da capital.Na região, Serra passou em frente de algumas obras da Prefeitura na mesma avenida: um hospital para 200 leitos, uma escola técnica, uma unidade de saúde e um centro de esportes e lazer. "Parece que a Prefeitura só está gastando em placas. Precisa ver quanto custa cada uma", ironizou Serra.Apesar das reclamações, o candidato disse que não teme herdar uma prefeitura comprometida. "Isso a gente terá de administrar."De acordo com o vereador Dalton Silvano (PSDB), que acompanhava o candidato, o hospital foi orçado em R$ 20 milhões, sendo que apenas R$ 3,8 milhões foram empenhados no Orçamento deste ano. "Mas até agora, a Prefeitura só investiu R$ 300 mil e parou as obras", afirmou Silvano.Durante o passeio pelo bairro, Serra fez um roteiro típico de candidato em campanha. Cumprimentou pessoas na rua, percorreu o comércio, tomou café numa padaria e visitou dois apartamentos do conjunto Cohab. Ele ouviu diversas reclamações de moradores contra os serviços públicos.Embora tenha sido cumprimentado na maior parte do tempo, o candidato também enfrentou constrangimentos. Quando passava em frente do hospital em construção, um grupo de passageiros que estava na janela do ônibus gritou para o tucano: "Olha aí, Serra, uma obra da Marta." Depois, enquanto tomava café numa padaria, fingiu não ouvir uma pedestre que gritava: "Todo político é safado e sem-vergonha."

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.