JF Diorio/AE
JF Diorio/AE

Serra diz que Lula 'é especialista' em ataques pessoais

Em propaganda, ex-presidente diz que tucanos mentem sobre a suposta inexperiência de Haddad

Guilherme Waltenberg, Agência Estado

17 de outubro de 2012 | 17h21

SÃO PAULO - O candidato do PSDB à Prefeitura de São Paulo, José Serra, afirmou nesta quarta que o ex-presidente petista Luiz Inácio Lula da Silva é um ''especialista em ataques pessoais''. Ao comentar a sua aparição na propaganda eleitoral do adversário Fernando Haddad (PT), na qual Lula diz que os tucanos mentem sobre a suposta inexperiência de seu afilhado político.

 

"O Lula é especialista em fazer isso. Ataques pessoais não tem ninguém que faça mais do que ele", disse o tucano, após visita ao residencial Heliópolis, uma das favelas que teve a sua urbanização iniciada em sua gestão na Prefeitura e que foi continuada na atual gestão de Gilberto Kassab (PSD).

 

Além de alfinetar Lula, Serra criticou também uma das propostas do petista Fernando Haddad, que sugere a adoção do piso nacional do magistério para os professores municipais de São Paulo. "Isso é porque ele ignora que o piso no município é muito mais alto que o nacional", frisou. Durante a coletiva de imprensa, o candidato tucano não respondeu a uma pergunta que envolvia o polêmico ''kit gay'', que vem gerando muitos embates entre as duas campanhas neste segundo turno. E argumentou que preferia falar sobre as suas propostas para a cidade e que seus adversários poderiam dizer que foi ele quem colocou o tema nesta campanha.

 

Ao falar de suas propostas para a capital, Serra destacou que é possível até o final do ano que vem, caso seja eleito, entregar outros 500 apartamentos na região de Heliópolis, na zona sul da capital. E nos quatro anos de seu eventual mandato na Prefeitura, Serra avalia que é possível totalizar 1,700 mil apartamentos.

Tudo o que sabemos sobre:
eleições 2012SPSerraLula

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.