Serra diz que continuará obras e programas atuais

O candidato do PSDB à Prefeitura de São Paulo, José Serra, afirmou hoje que, se for eleito, continuará as obras e programas sociais da gestão Marta Suplicy (PT), que é candidata à reeleição. Segundo ele, a idéia de que haverá interrupção nas obras é uma espécie de "terrorismo eleitoral" feito pelo partido da atual prefeita. "Nós não vamos interromper nada e vamos terminar as obras todas em andamento, mesmo que não sejam obras prioritárias. A pior coisa é ficar pela metade", disse, durante entrevista no Grupo Estado, na série de Eleições 2004 no Estadão. "Nós vamos dar continuidade, fazendo com que as coisas melhorem", assegurou.O candidato, que criticou a adversária petista desde o início da sabatina, acusou o PT de se apropriar de programas já existentes. Citou o programa Renda Mínima, o Bolsa Escola e o Bolsa Alimentação, que, segundo ele, foram idealizados pelo governo Fernando Henrique Cardoso, do qual foi ministro do Planejamento e, em seguida, da Saúde. "Quem começou, de fato, no Brasil foi o presidente Fernando Henrique", afirmou. "O que o PT fez foi juntar os programas, mudar o nome e descaracterizar a vinculação", criticou, em referência ao Bolsa Escola.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.