Serra diz que conflito com Alckmin não passa de invenção

O governador de São Paulo, José Serra (PSDB), afirmou nesta sexta-feira, 27, que a imprensa tem publicado muita invenção sobre um eventual conflito na sua relação com o ex-governador e candidato derrotado à Presidência da República nas eleições passadas, o tucano Geraldo Alckmin. Serra disse que na viagem que fará, neste final de semana, aos Estados Unidos, deverá conversar com Alckmin. Mas negou que a conversa seja para acertar as arestas com relação à sucessão municipal do ano que vem. Questionado a respeito do tema do encontro com Geraldo Alckmin, que está finalizando um período de estudos nos Estados Unidos, Serra destacou: "Não tem nenhuma pauta, é um encontro de amigos." E criticou as informações que têm sido publicadas sobre um eventual conflito entre os dois. "São pura ficção. É muito ti-ti-ti, muita invenção. Eu falo com o Alckmin por telefone, já nos encontramos antes, vamos bater papo, não tem nada de especial (no encontro que eles terão nos Estados Unidos)." Apesar dessa afirmação, nos bastidores do PSDB há quem aposte num desgaste na relação entre Serra e Alckmin, sobretudo após o episódio, no ano passado, de escolha do ex-governador para disputar as eleições presidenciais. O foco atual de disputa, segundo informações de correligionários ligados a Alckmin, são as eleições para a Prefeitura de São Paulo, no ano que vem. Esses políticos acreditam que o atual prefeito Gilberto Kassab (DEM - ex-PFL) tem a simpatia de Serra para disputar a reeleição. Em contrapartida, Alckmin, que está retornando ao Brasil e não tem cargo eletivo, deseja disputar a Prefeitura pelo PSDB para voltar ao cenário político. Mas, para essa empreitada, precisa contar com o apoio de Serra. Na viagem que fará aos Estados Unidos, Serra disse também que vai tratar de financiamentos já em negociação com o Banco Interamericano de Desenvolvimento (BID) para o Metrô e para a CPTM. "Vamos tratar desses assuntos e também vou fazer uma palestra, em Nova York, sobre as perspectivas do etanol no Brasil e em São Paulo. Uma vez que São Paulo é o Estado que mais produz álcool e açúcar. Além disso, 75% das exportações desses produtos saem daqui."

Agencia Estado,

27 Abril 2007 | 22h58

Encontrou algum erro? Entre em contato

publicidade

publicidade

publicidade

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.