Serra diz que cassação de Demóstenes era 'inevitável'

Antes, tucano havia afirmado que CPI de Cachoeira servia de instrumento do PT para 'hostilizar adversários'

Bruno Boghossian - O Estado de S. Paulo,

11 de julho de 2012 | 16h19

O ex-governador José Serra (PSDB) afirmou que era "inevitável" a cassação de Demóstenes Torres (ex-DEM) pelo plenário do Senado nesta quarta-feira, 11.

"Acho que era inevitável. E olha que o Senado não tem tradição de cassar", afirmou Serra, em ato de sua campanha para voltar à Prefeitura de São Paulo.

Apesar de ter reconhecido a situação difícil em que ficou Demóstenes após a revelação de seu envolvimento com Carlinhos Cachoeira, Serra havia afirmado ontem que a CPI instalada para investigar as relações do contraventor estão servindo de instrumento político do PT para "hostilizar adversários".

Tudo o que sabemos sobre:
CPIDemóstenes TorrescassaçãoSerra

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.