Serra diz que campanha no Brasil 'começou muito cedo'

O governador de São Paulo, José Serra (PSDB), afirmou hoje, em Buenos Aires, que a campanha para as eleições presidenciais do ano que vem no Brasil "começou muito cedo". "A antecipação (da campanha) não faz bem para os governos. E também não ajuda enfrentar a crise. Por isso, em geral, não tenho me manifestado em relação às eleições no Brasil", afirmou ele, ao sair da Casa Rosada, o palácio presidencial da Argentina, após uma reunião com a presidente do país, Cristina Kirchner.

AE, Agencia Estado

22 de maio de 2009 | 20h43

O tucano disse que está "concentrado" em "governar bem São Paulo". "Estou concentrado em minhas tarefas de governo no Estado de São Paulo. Estou concentrado nisso. A antecipação não faz bem para os governos, nas três esferas. E tampouco ajuda a enfrentar a crise. Por isso não vou me manifestar em relação às eleições no Brasil."

De acordo com o governador paulista, ele e a presidente Cristina conversaram sobre "uma atuação conjunta Brasil-Argentina no cenário internacional não só no cenário econômico, mas também cultural e político".

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.