Serra deve lançar projeto para segurança amanhã na BA

O candidato do PSDB à Presidência, José Serra, deve lançar amanhã, em Salvador, o projeto de criação do Ministério da Segurança Pública. A agenda é parte da estratégia de anunciar por etapas seu programa de governo, em cidades estratégicas. "Serra escolheu a Bahia porque os índices de violência no Estado multiplicaram por cinco durante os quatro anos de governo do PT", acusou o líder do PSDB na Câmara, João Almeida, um dos organizadores da visita do candidato ao Estado.

ANDREA JUBÉ VIANNA, Agência Estado

12 de agosto de 2010 | 13h15

Entre outros pontos, o projeto prevê a fiscalização mais efetiva das fronteiras, por onde entram armas e drogas que alimentam o tráfico. Em críticas ao governo Luiz Inácio Lula da Silva, Serra tem apontado falhas na fiscalização das fronteiras, sobretudo com a Bolívia, por causa do tráfico de cocaína. A defesa do fortalecimento do policiamento nas fronteiras também se alinha às promessas do tucano de reforçar o combate ao crack.

Outras metrópoles com altos índices de violência, como Rio de Janeiro e Recife, disputavam com Salvador para sediar o lançamento do programa de segurança pública. Mas venceu o lobby das lideranças tucanas na Bahia, encabeçado pelo presidente estadual do PSDB, Antônio Imbassahy (ex-prefeito de Salvador), pelo líder João Almeida e pelo deputado federal Jutahy Júnior. O lançamento do programa de Serra ocorrerá no Pelourinho, no centro histórico da capital baiana.

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.