Serra destaca precariedade da infraestrutura do País

O candidato do PSDB à sucessão presidencial, José Serra, contestou há pouco a imagem de eficiência administrativa da presidenciável Dilma Rousseff (PT), que, quando ministra da Casa Civil, coordenava os investimentos do Programa de Aceleração do Crescimento (PAC) na infraestrutura do País. No primeiro bloco do debate da TV Bandeirantes, Serra apontou falhas na infraestrutura nacional, principalmente em aeroportos, portos e estradas.

GUSTAVO URIBE, Agência Estado

05 de agosto de 2010 | 23h27

De acordo com Serra, 19 dos 20 principais aeroportos brasileiros estão "engarrafados", o Brasil está na 125.ª posição num ranking de 135 países com melhores portos do mundo e as estradas do País são um "perigo público". O candidato do PSDB fez as declarações em réplica à pergunta da candidata do PT, que questionou o tucano sobre suas propostas para a geração de empregos.

O debate da TV Bandeirantes começou morno, com clima de respeito entre os candidatos. Com o início dos questionamentos, as diferenças entre os candidatos começaram a surgir. A primeira a tecer críticas aos adversários foi a presidenciável do PV, Marina Silva. Ela lamentou que em 16 anos de governos de PSDB e PT à frente do Palácio do Planalto não tenha havido concordância entre as legendas para uma acordo político que visasse o bem do País .

Tudo o que sabemos sobre:
Eleições 2010debateBandJosé Serra

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.