Marcio Fernandes/AE
Marcio Fernandes/AE

Serra defende material didático produzido em sua gestão

Tucano critica proposta de Haddad e diz que seu material 'não tem nada a ver com desastrado kit gay' do petista

Guilherme Waltenberg, da Agência Estado e Ricardo Chapola, de O Estado de S. Paulo

15 de outubro de 2012 | 16h54

O candidato do PSDB à Prefeitura de São Paulo, José Serra, disse nesta segunda-feira, 15, que o material didático produzido durante sua gestão no Estado era voltado apenas a professores e tinha como objetivo orientar os educadores a "lidar com situações de preconceito". "Não tem nada a ver com o desastrado kit gay, do Fernando Haddad, que custou R$ 800 mil, a (presidente) Dilma (Rousseff) vetou, e não envolve nenhuma medida positiva", afirmou o candidato do PSDB após caminhada na Cidade Ademar, na zona sul da capital.

O tucano disse que o material elaborado em 2009, quando era governador, envolvia combate de preconceitos religiosos e defendia o fortalecimento à família. "Não é material só voltado a questão de natureza sexual, mas também a de preconceito de classe, a de preconceito religioso. É um material voltado ao fortalecimento da família", afirmou.

Serra tem criticado Haddad pela elaboração de um material didático encomendado pelo Ministério da Educação, cuja distribuição foi vetada pela presidente Dilma Rousseff após críticas de líderes e parlamentares evangélicos. No domingo, 14, em entrevista ao Estado, o candidato do PSDB disse que "o kit gay quer doutrinar, em vez de educar".

Nesta segunda, o site do jornal Folha de S. Paulo publicou reportagem afirmando que Serra distribuiu "material similar ao kit anti-homofobia do MEC". O tucano criticou a publicação. "É mentira que é parecido (com o kit gay). Esse material é correto e é dirigido aos professores. Não é aos alunos acima de 11 anos."

Tudo o que sabemos sobre:
Eleições 2012SerraPSDBSP

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.