Serra defende bilhete único integrando ônibus, metrô e trem

O candidato do PSDB à Prefeitura de São Paulo, José Serra, defendeu hoje, em entrevista a jornalistas do Grupo Estado, a necessidade da integração de trens e metrô ao sistema do bilhete único, para que haja racionalidade do processo. Segundo o candidato, a união entre as diferentes modalidades de transporte é "essencial". "Tecnologicamente e operacionalmente, é viável. E nós vamos fazer isso. Até porque se você não integrar, nem o bilhete único funciona direito", disse Serra, acrescentando que a integração "terá um custo, que será rateado, mas valerá a pena".Ao participar de sabatina da série Eleições 2004 - Candidatos no Estadão, José Serra sugeriu a criação de uma "autoridade metropolitana de tranportes". O órgão agruparia, segundo ele, autoridades do governo do Estado e das prefeituras, agindo como um "suprapoder". "Isso porque o sistema (de transporte) é único", justificou o candidato do PSDB.Para defender sua tese, o candidato aproveitou para criticar o PT, alegando que há, na atual prefeitura, falhas no sistema de transporte entre a Capital e Guarulhos. "Guarulhos gera boa parte dos empregos da zona Leste. Mas não tem um sistema de comunicação eficiente. Nesse sentido, é crucial um entendimento a respeito dos transportes. Temos de ter uma autoridade única, como já temos, na prática, para a água e o saneamento", exemplificou o candidato.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.