Serra defende aliança com PSD de Kassab em 2012

Ex-governador de SP disse que parceria com nova sigla é 'possível e seria muito importante'

Andrea Jubé Vianna, de O Estado de S.Paulo

08 de novembro de 2011 | 20h09

BRASÍLIA - O ex-governador de São Paulo José Serra defendeu uma aliança do PSDB com o PSD do prefeito Gilberto Kassab nas eleições de 2012. "É possível e seria muito importante", disse o tucano, que compareceu à posse de Cássio Cunha Lima (PSDB-PB) nesta terça-feira, 8, no Senado.

 

Ele afirmou, ainda, que o PSDB contará com um amplo leque de alianças e sairá vencedor na disputa na capital paulista. "Vamos ganhar", afirmou, sem responder se será candidato.

 

Serra preferiu não comentar o atual quadro de pré-candidatos a prefeito de São Paulo, após a desistência da senadora Marta Suplicy (PT-SP). Ele já havia declarado que Marta teria mais chance de vitória que o ministro Fernando Haddad, preferido do ex-presidente Lula e da presidente Dilma Rousseff. Nesta terça-feira, limitou-se a dizer que o assunto "é questão interna do PT". Foi exatamente essa a declaração do presidente do PT em São Paulo, Edinho Silva, pela manhã: "Eu penso que o Serra tem de falar do PSDB", criticou o petista.

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.