Serra defende a continuidade da taxa de inspeção veicular em São Paulo

Pré-candidato petista Fernando Haddad prometeu nesta 4ª abolir a cobrança caso seja eleito

Bruno Boghossian, do estadão.com.br,

14 de março de 2012 | 20h35

SÃO PAULO - O ex-governador José Serra (PSDB) defendeu nesta quarta-feira, 14, a manutenção da taxa de inspeção veicular em São Paulo, discordando do petista Fernando Haddad, que propôs abolir a cobrança caso seja eleito. Segundo Serra, a taxa é necessária para evitar que os paulistanos que não têm carros sejam obrigados a pagar indiretamente pelo serviço.

"Se a Prefeitura for pagar, significa que quem não tem carro também paga. Dinheiro não cai do céu nem nasce em planta, como alguns acham", afirmou o ex-governador, antes de saber qual era a posição de Haddad sobre o tema. "Não tem outra hipótese, porque custa fazer a inspeção."

Serra afirmou que a experiência do município tem sido "bem-sucedida". "Para o meio ambiente, (a inspeção veicular) é essencial. É um atraso de vida não ter essa inspeção", afirmou.

Tudo o que sabemos sobre:
Serrainspeção veicular

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.