Serra dá sinal de que pode ser candidato a presidente

O governador de São Paulo, José Serra (PSDB), embora afirmando que ainda falta muito tempo para a próxima eleição presidencial e que não foi eleito para ser candidato ao Palácio do Planalto, admitiu indiretamente que poderá vir a lançar seu nome para disputar a sucessão do presidente Luiz Inácio Lula da Silva. "Mais tarde, a gente vê", declarou. "A eleição está muito distante. Fui eleito para ser governador de São Paulo, e não para ser candidato (à presidência). Sou candidato a administrar bem São Paulo. Mais tarde a gente vê", disse o governador paulista.O governador de São Paulo também afirmou que a suposta intenção do presidente Lula de se candidatar a um terceiro mandato "faz parte da lógica de setores do PT". "O PT tem uma militância muito organizada, e a lógica dessa militância poderá ser a de querer mais continuísmo, mas não acredito que haja um movimento organizado nesse sentido", declarou Serra, ao sair do encontro nacional do PSDB, em Brasília.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.