Serra critica ex-prefeitos por 'obras eleitoreiras'

Virtual candidato do PSDB à Presidência da República em 2010, o governador de São Paulo, José Serra, criticou hoje os políticos que fazem obras com vistas somente às eleições. O governador citou como exemplo da situação o projeto do corredor de ônibus Fura-Fila, do ex-prefeito da Capital Celso Pitta. "Os tucanos podem ter defeitos, mas vocês nunca vão nos ver fazendo loucura na véspera de campanha para ganhar eleição e deixar o problema para depois", disse Serra, em discurso para cerca de 300 pessoas na inauguração da Escola Técnica Estadual (Etec) de Cidade Tiradentes, no extremo leste da Capital.

CAROLINA FREITAS, Agencia Estado

01 de setembro de 2009 | 18h39

O tucano, que foi prefeito de São Paulo em 2005, falou ao público, formado sobretudo por jovens, sobre a elaboração do Expresso Tiradentes, originado da ideia do Fura-Fila. "Pegamos aquele projeto eleitoreiro do Fura-Fila, criado por um publicitário, e fizemos o Expresso Tiradentes." Serra enfatizou a sua gestão na Prefeitura e os benefícios que diz ter levado para Cidade Tiradentes. Entre suas realizações, junto com o atual prefeito e afilhado político - Gilberto Kassab (DEM) -, citou a construção do hospital da região. Segundo o governador, a obra "vinha se arrastando do tempo do Pitta".

O tucano ainda cutucou a ex-prefeita Marta Suplicy (PT) para enaltecer os feitos da gestão PSDB-DEM. Ao se referir ao Centro Educacional Unificado (CEU) de Água Azul, vizinho à Etec recém-inaugurada, Serra lembrou: "Quando tomamos posse, aqui só tinha a placa do CEU e, na TV, a propaganda da placa", alfinetou. Questionado, após o discurso recheado de farpas, sobre onde mais via obras eleitoreiras, limitou-se a responder. "Tá cheio". Serra ainda apontou a existência de um tipo de político que está na vida pública apenas pela "badalação". "Mas, para mim, a satisfação é fazer como essa Etec", disse o governador. "Nem que amanhã eu esteja fora, eu vou ficar orgulhoso até morrer por ter feito coisas como essa."

Em clima de festa, o governador José Serra prometeu entregar até o final de sua gestão, em 2010, 47 Etecs na Capital. O governador destacou que, no início de sua administração, havia 14 escolas técnicas na cidade. Hoje, o número subiu para 26. Apesar de inaugurada oficialmente, a Etec de Cidade Tiradentes tem aulas desde o início de 2009. Há cursos técnicos de Administração, Contabilidade, Logística e Segurança do Trabalho.

Em 2010, o governo vai oferecer também formação em Nutrição e Dietética. O investimento do governo do Estado para a construção da escola foi de R$ 8 milhões. Durante a entrevista coletiva, Serra adiantou que pretende oferecer no ano que vem aos estudantes do ensino médio da rede estadual uma ajuda de custo para curso de Inglês e Informática em escolas particulares. "Não temos capacidade pública de fazer toda essa oferta de cursos", justificou o governador. O projeto está sendo elaborado pelo Secretário da Educação, Paulo Renato Souza.

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.