Serra critica candidato que "não faz nada"

O ministro José Serra criticou os candidatos à eleição presidencial que, segundo ele, "não fazem nada na vida" - uma alusão velada ao petista Luiz Inácio Lula da Silva. "Acho pouco cedo para a caraminhola eleitoral. Já tem vários candidatos, alguns inclusive não fazem nada na vida, ficam indo pra lá e pra cá", afirmou o tucano, antes de chegar a Porto Alegre, onde participa da inauguração de três novas unidades do Hospital das Clínicas. O ministro voltou a desconversar sobre sua candidatura. "Vou ser candidato a alguma coisa, mas só vou pensar nisso depois", disse Serra. Nome mais cotado do PSDB para a sucessão do presidente Fernando Henrique Cardoso, Serra repetiu as críticas ao candidato do PPS, Ciro Gomes. "O Ciro vive só na base do insulto, não tem nenhuma idéia nova. Na época da Oban, ele (Ciro) era partidário da ditadura, enquanto o presidente foi encapuzado e exilado", afirmou o ministro, referindo-se ao ataques do adversário, que disse que a reunião de FHC com os empresários, na semana passada, o lembrava as reuniões da Oban.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.