Serra critica aparelhamento do Estado pelo PT

Em visita ao bairro da Liberdade, o candidato José Serra (PSDB) bateu forte na administração de Marta Suplicy (PT), sua principal adversária na disputa à prefeitura de São Paulo. Para sustentar a idéia de redução de custos, a principal bandeira de sua campanha, o tucano disse que nomeações, obras e convênios feitos por Marta são fontes de desperdício e uma mostra clara de aparelhamento de Estado pelo PT. ?A prefeitura gasta mais do que arrecada desde 2002. Os pagamentos estão atrasados por causa das obras eleitorais de última hora. Os assessores especiais custam R$ 100 milhões por ano. O governo do PT trabalha assim: quem é do partido tem privilégios. Eles aparelham o Estado com o partido e o partido com o Estado?, acusou.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.