Serra cobra mais infraestrutura na campanha

O candidato do PSDB à Presidência, José Serra, resolveu entrar em campo e cobrar diretamente de seus auxiliares e do comando do partido mais infraestrutura e melhor distribuição do material de divulgação da campanha. Além de convocar o coordenador da campanha, senador Sérgio Guerra (PE), para uma reunião anteontem à noite, em São Paulo, Serra chamou José Henrique Reis Lobo, da área financeira administrativa, e Sérgio Kobayashi, de infraestrutura.

AE, Agência Estado

26 de agosto de 2010 | 10h47

De acordo com relatos da reunião, Serra queria saber o porquê de algumas regiões não estarem recebendo material de campanha. Uma das reclamações de aliados é de que o dinheiro para a produção de material não está sendo liberado pela área administrativa. O presidenciável tem ouvido reclamações de aliados em suas viagens aos Estados.

O encontro serviu para os tucanos definirem mais ações para conter o avanço da candidata governista, Dilma Rousseff. Uma das medidas a serem adotadas é "colar" os candidatos nos Estados ao presidenciável. Ficou acertado que cerca de R$ 20 milhões serão gastos com a produção de itens para a divulgação, como banners e santinhos.

Guerra disse ontem que a produção de material para a campanha de Serra será "triplicada" e enviada aos Estados com mais agilidade. "A prioridade é abastecer todos os Estados." As informações são do jornal O Estado de S. Paulo.

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

Tendências:

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.