Sérgio Cabral também lamenta morte de Paulo Renato

O governador do Rio de Janeiro, Sérgio Cabral (PMDB), lamentou, em nota, a morte do ex-ministro da Educação Paulo Renato Souza. "Era uma pessoa muito querida e admirada por todos que tiveram o privilégio de conviver com ele. Um dos mais importantes políticos do Brasil, Paulo Renato era um homem comprometido com o desenvolvimento da educação brasileira", disse o governador.

AE, Agência Estado

26 de junho de 2011 | 17h23

Cabral lembrou que, como ministro da Educação do governo Fernando Henrique Cardoso, Paulo Renato "comandou a criação do Exame Nacional de Ensino Médio, o Enem, responsável por uma verdadeira revolução na educação do País". "A sua trajetória política é admirável e motivo de orgulho para o Brasil", concluiu o governador.

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.