'Sentimento' do PSDB é por candidatura própria, diz Alckmin

Ex-governador diz, no entanto, que acredita em alianças para eleições para Prefeitura de São Paulo

Rejane Lima, de O Estado de S.Paulo

13 de março de 2008 | 15h41

O ex-governador de São Paulo, Geraldo Alckmin (PSDB), disse nesta quinta-feira, 13,  em Santos, na Baixada Santista, que "o sentimento" do partido em relação às eleições para a Prefeitura de São Paulo  é optar pela candidatura própria. "O que eu sinto é que o sentimento do PSDB é pela candidatura própria até pela força do partido. Não só por pesquisa, mas pela legitimidade, a força, a expressão do partido em São Paulo", disse.   Segundo Alckmin, apesar de a convenção do PSDB estar marcada para julho, até abril o nome do futuro candidato e a definição de uma possível aliança com o DEM deverão estar "bem encaminhados". "Eu defendo as alianças. O Brasil tem um quadro multipartidário. Se puder fazer já no primeiro turno é melhor, porque você faz em torno de um programa, de um projeto, mais transparente, a população sabe quem são os aliados." Porém, ele afirmou que as alianças não dependem apenas aos tucanos, mas também dos outros partidos.   Sobre a possibilidade de ser candidato a prefeito ou mesmo de sair como vice na chapa de Gilberto Kassab (DEM), Alckmin disse que optará pelo que o PSDB definir. "Eu estou sempre animado para trabalhar pela população que mais precisa, população mais pobre, e o governo da cidade está mais perto do povo, ele é mais rápido. O que o PSDB decidir, eu sou favorável. Sou um homem de partido", afirmou.   Alckmin permaneceu por uma hora na prefeitura de Santos, onde acontece o velório de seu ex-secretário da Casa Civil, Rubens Lara, um dos fundadores do PSDB. Atualmente, Lara era diretor executivo da Agência Metropolitana da Baixada Santista (Agem) e assessor especial do governador José Serra (PSDB). Ele morreu ontem à noite, aos 64 anos, de enfarte.

Tudo o que sabemos sobre:
Eleições 2008

Encontrou algum erro? Entre em contato

Tendências:

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.