Senadores podem consultar relatório do Banpará

Qualquer senador tem assegurado pelo regimento interno do Senado o acesso ao relatório do Banco Central de 1992 sobre os desvios de recursos do Banco do Estado do Pará, guardado no cofre da casa. Para obtê-lo, o senador terá que fazer uma requisição ao presidente do Conselho de Ética do Senado, Geraldo Althoff (PFL-SC), responsável pela sua guarda e pela preservação do seu sigilo. Aquele parlamentar que obtiver o acesso ao documento será o responsável legal pela preservação do sigilo bancário determinado pela lei.Essa interpretação, divulgada nesta tarde por Althoff, já foi discutida com o presidente em exercício do Senado, Edison Lobão (PFL-MA). "Até o próprio Jader pode ter acesso ao documento, desde que faça a solicitação e ele é quem decide se pretende divulgá-lo", afirmou. Althoff informou que o conselho continuará aguardando os trabalhos de investigação da comissão de sindicância integrada por três senadores e o seu relatório confirmando ou não a denúncia.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.