Senadores fazem desagravo a Ramez Tebet

Muitos senadores estão transformando a sessão de plenário desta tarde em manifestação de desagravo ao presidente do Senado, senador Ramez Tebet (PMDB), que foi xingado ontem em plenário por parlamentares, em sessão conjunta do Congresso. Ele recebeu solidariedade de representantes da base governista, depois de fazer um pronunciamento contando o episódio de ontem e relatando ter recebido hoje de manhã declarações de solidariedade do presidente da Câmara, deputado Aécio Neves (PSDB-MG). Tebet afirmou que não pretende retaliar nem tomar atitudes contra as pessoas que o xingaram, mas disse que tudo fará para "preservar a dignidade da Casa." O líder do bloco da oposição no Senado, senador José Eduardo Dutra (PT-SE), criticou as manifestações de desagravo a Tebet feitas agora à tarde no plenário: "Transformar isso num ´Word Trade Center´ da democracia brasileira é exagero, vamos baixar a bola", apelou Dutra. Ele também se solidarizou com Tebet, mas lembrou ter se manifestado contra a decisão tomada ontem à noite, na sessão do Congresso, em relação às questões de ordem apresentadas pela oposição ao presidente do Legislativo. "Até porque essa não é a primeira vez que isso acontece, mas não passa de falta de educação", concluiu Dutra.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.