Senadores debatem nesta quarta-feira relatório de Anastasia sobre afastamento de Dilma

A votação do relatório na comissão só acontecerá na quinta-feira, 4, e, depois, o texto seguirá para avaliação do plenário

Isabela Bonfim, O Estado de S. Paulo

03 de agosto de 2016 | 11h04

BRASÍLIA - A sessão da Comissão do Impeachment desta quarta-feira, 3, será dedicada à discussão do parecer do relator Antonio Anastasia (PSDB-MG), que apresentou voto favorável ao afastamento da presidente Dilma Rousseff. A votação do relatório na comissão, entretanto, só acontecerá na quinta, 4, e, depois, o texto seguirá para avaliação do plenário.

A antecipação ou não da data de início do julgamento de Dilma é outro tema que deve tomar as discussões do impeachment nesta semana. O Supremo Tribunal Federal (STF) havia divulgado nota no último fim de semana informando que a primeira data possível para o início do julgamento seria 29 de agosto, mas a base do presidente em exercício, Michel Temer, gostaria de acelerar o processo para garantir que ele participe do encontro do G-20 em setembro já como presidente efetivo.

Em contraste com a posição do Supremo, o presidente do Senado, Renan Calheiros (PMDB-AL), informou nesta terça que o julgamento deve se iniciar entre 25 e 26 de agosto, podendo ainda ter sessões aos finais de semana. A posição do peemedebista, que até então defendia que fossem adotados apenas dias úteis no processo, é inédita.

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.