Senadora reforça ameaça de deixar presidência de CPI

A presidente da Comissão Parlamentar Mista de Inquérito (CPMI) dos Cartões Corporativos, senadora Marisa Serrano (PSDB-MS), reiterou hoje que deixará o comando da comissão caso os requerimentos que entraram em pauta hoje não sejam aprovados. "Se todos os requerimentos forem derrubados, eu largo a CPI", disse ela, após participar da reunião de cúpula do PSBD e do DEM, em São Paulo. Na avaliação dela, a função da CPI é justamente a de investigar. "Eu não estou entendendo porque querem empurrar essa comissão com a barriga, ou é para investigar ou não é CPI."A senadora disse que se os integrantes da comissão quiserem votar apenas um requerimento para segurar a CPI, como já ocorreu, ela vai deixar a presidência. "Eu não vou entrar numa brincadeira dessas", afirmou. Apesar das críticas à maneira como a comissão vem sendo conduzida, Marisa Serrano disse ter esperança de que a CPI vote, amanhã, a favor dos requerimentos.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.