Ed Ferreira/AE
Ed Ferreira/AE

Senadora do DEM denuncia Minc por crime de responsabilidade

Kátia Abreu protocola denúncia contra ministro do Meio Ambiente, que chamou ruralistas de 'vigaristas'

Célia Froufe, da Agência Estado,

02 de junho de 2009 | 13h25

A senadora Kátia Abreu (DEM-TO), que também é presidente da Confederação da Agricultura e Pecuária do Brasil (CNA), protocolou nesta terça-feira, 2, denúncia contra o ministro do Meio Ambiente, Carlos Minc, por crime de responsabilidade. Na semana passada, Minc chamou os ruralistas de "vigaristas. Kátia Abreu protocolou a denúncia na Comissão de Ética Pública da Presidência da República e na Procuradoria Geral da República.

 

Veja também:

linkMinc e ruralistas trocam ofensas

 

"Gostaria de informar que protocolei (os documentos) há pouco a respeito das blasfêmias de Minc, que acusou os produtores de vigaristas", disse Kátia. Nos documentos, a senadora argumenta que o ministro teria faltado com a dignidade e o decoro que o cargo requer. "Não vamos aceitar mais nada passivamente. Vamos tentar recuperar a honra e a imagem dos produtores que foi afetada por meio das palavras grosseiras do ministro do Meio Ambiente disse", afirmou.

 

Durante entrevista coletiva, a senadora mostrou-se decepcionada com a atitude do presidente Luiz Inácio Lula da Silva em relação ao episódio e disse que esperava atitudes mais contundentes do governo em relação às palavras proferidas por Minc. "Eu quero que ele seja punido. Se fosse eu, você ia ver o que ia fazer, eu o demitia", desabafou.

 

Na avaliação de Kátia, há falta de atitude e pulso por parte do governo. "O presidente não pode permitir que seus ministros ataquem qualquer categoria, qualquer cidadão. Isso é preconceito. E preconceito é crime", argumentou. "Por que quando é contra produtores não é crime?"

 

A senadora afirmou ainda que, com o episódio, foi rompido qualquer tipo de relação entre o ministro do Meio Ambiente e os ruralistas. "Com esse cidadão, não temos estímulo e desejo do diálogo. Não temos tempo a perder com diálogos", disse.

Tudo o que sabemos sobre:
Kátia AbreuCarlos Minc

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.