Informação para você ler, ouvir, assistir, dialogar e compartilhar!
Estadão Digital
Apenas R$99,90/ano
APENAS R$99,90/ANO APROVEITE

Senadora considera tímido projeto "Fome Zero"

A senadora Heloísa Helena (PT-AL) quer que o projeto "Fome Zero", que está sendo debatido no Sindicato dos Bancários de São Paulo e que pretende ajudar 44 milhões de pessoas no País com renda diária inferior a US$ 1, seja ampliado no seu primeiro ano de implantação. A estimativa inicial era atingir apenas 5% deste total neste período. "Achei a proposta muito tímida diante da perspectiva de um projeto tão positivo quanto este. Queremos atingir de 30% a 50% dessas pessoas", afirmou a senadora.Com relação à cesta básica, Heloísa concorda que apenas deverá ser utilizada em questões emergenciais, como longas distâncias para obter os alimentos ou em caso de calamidade pública. "O modelo atual eu abomino. Tenho nojo. Eu sou do Nordeste e sei o que significa receber cestas básicas. Isso só forma mendigos e não cidadãos", declarou. Para ela, o projeto elaborado pelo Instituto de Cidadania e pela Fundação Djalma Guimarães não extingue outras políticas sociais como o renda mínima e o Bolsa-Escola. "Não dá para viabilizar o projeto durante o governo FHC, porque ele compromete 60% da renda da União com agiotas internacionais", disparou.Ela não quis falar sobre a eleição presidencial em 2002, dizendo que ainda há tempo suficiente para a oposição se organizar. O projeto "Fome Zero" está sendo discutido durante seminário "Política de Combate à Fome" e deverá ter sua versão final apresentada oficialmente em meados de outubro.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.