Senador Romero Jucá não comenta inserção na lista da Lava Jato

Segundo vice-presidente do Senado só vai se manifestar após ter acesso às investigações

Erich Decat, O Estado de S. Paulo

06 de março de 2015 | 21h35

O segundo vice-presidente do Senado, Romero Jucá (PMDB-RR) afirmou por meio da assessoria que não irá comentar a inserção do nome dele na lista de parlamentares que serão investigados pelo Supremo Tribunal Federal (STF) por suposto envolvimento em desvios na Petrobras.

"Senador só vai se pronunciar quando tiver acesso à petição", disse o peemedebista por meio da assessoria de imprensa.

O nome do senador apareceu em depoimentos de delação premiada do ex-diretor de Abastecimento da Petrobrás Paulo Roberto Costa. Jucá foi citado em uma relação de outros 27 políticos que, segundo o ex-diretor, seriam beneficiários do esquema de desvios envolvendo contratos da Petrobrás. (Erich Decat)

Tudo o que sabemos sobre:
Romero JucaPMDBOperação Lava Jato

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.