Senador renova contrato polêmico ao fim do mandato

Prestes a deixar cargo de primeiro-secretário, Efraim revalida acordo publicitário com site de seu Estado

Rosa Costa, BRASÍLIA, O Estadao de S.Paulo

09 de janeiro de 2009 | 00h00

Às vésperas de deixar o cargo de primeiro-secretário do Senado, o senador Efraim Morais (DEM) renovou um contrato da Casa com uma empresa de comunicação de seu Estado, a Paraíba. À revelia da Secretaria de Comunicação da Casa, o senador revalidou no dia 9 de dezembro o contrato para que o site paraibano WScom Nordeste mídia Ltda. publique o banner do Senado em sua página na internet, a exemplo do que fazem, gratuitamente, inúmeros outros órgãos de comunicação do País. O contrato anterior, de R$ 48 mil ao ano, encerrado em julho, passou para R$ 12 mil pelo mesmo período e terá duração até agosto. Nos dois casos, não houve licitação, apesar de a Constituição proibir que isso ocorra no caso de serviços de divulgação e publicidade.Uma semana depois da renovação, a coluna social do site, chamada Sociedade, dá detalhes sobre a festa de casamento e da lua-de-mel em Nova York do filho do senador, deputado Efraim Filho (DEM-PB). Diz, entre outras coisas, que a comemoração "trouxe para a capital paraibana uma enxurrada de políticos do cenário nacional que foram cercados pela imprensa e pelos flashes". Na coluna há, além de fotos da família, outras notas com elogios ao senador, sob os títulos Força democrata e De bem com a vida. O primeiro-secretário "apadrinha" ainda com dinheiro público a empresa Paraíba Internet Graphics Ltda., contratada até maio pelo Senado, por R$ 48 mil, também para exibir o banner de acesso ao link da Casa. A mesma empresa cuida do site efraimmorais.com.br, utilizado como canal de propaganda pessoal do senador. Procurada, a assessoria de Efraim não se manifestou sobre o caso.

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.