Senador Osmar Dias pode ir para o PT

O senador Osmar Dias (PSDB-PR) deu nesta quinta-feira mais um passo para se filiar ao PT. Elefez os primeiros acertos com o presidente do partido, deputado José Dirceu (SP), mas a mudança só será oficializada depoisque ele se encontrar com Luiz Inácio Lula da Silva.O encontro com o presidente de honra do PT está marcado para a semana quevem.Se continuassem no PSDB, Dias e seu irmão, senador Álvaro Dias (PSDB-PR), seriam punidos com o desligamentotemporário, por terem assinado o requerimento para criação da CPI da corrupção.Como presidente do PSDB no Paraná, asituação do senador Álvaro é mais delicada, mas ele já anunciou que no prazo máximo de 15 dias resolverá sua situação. Épraticamente certo que ele também trocará de partido.O senador Antero de Barros (PSDB-MT) criticou seu partido por se indispor contra dois de seus colegas por causa do apoio àCPI da corrução.Segundo ele, os dirigentes tucanos deveriam ter anunciado previamente que fechariam questão contra acomissão e não fazer como fizeram, ao se decidirem por uma represália depois do fato ocorrido.?Eles erraram (os irmãos Dias), ao adotar uma posição sem o apoio da bancada?, defendeu. ?Mas o partido também errou?.Barros perguntou por que o presidente do PSDB, José Aníbal (SP), não foi igualmente rígido com os deputados tucanos queassinaram a CPI mista, que não foi adiante, ou com relação à manutenção na equipe do governo do ministro do DesenvolvimentoAgrário, Raul Jungmann ?filiado ao PPS, que defende a CPI?.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.