Senador lamenta condenação de Dirceu e Genoino por crimes no mensalão

'São personagens mais importantes da esquerda na minha geração', alegou Cristovam Buarque

Rosa Costa, O Estado de S. Paulo

12 de novembro de 2012 | 19h01

BRASÍLIA - O senador Cristovam Buarque (PDT-DF) disse nesta segunda-feira, 12, que ninguém que tenha convivido com o ex-ministro chefe da Casa Civil José Dirceu e com o ex-presidente do PT José Genoino pode estar contente que a situação tenha chegado ao ponto em que chegou, com a condenação de ambos a pena de prisão. "São os dois personagens mais importantes da esquerda na minha geração", alega.

José Dirceu e Genoino foram condenados pelos crimes de formação de quadrilha e corrupção ativa, respectivamente, a 10 anos e 10 meses e 6 anos e 11 meses. Cristovam prevê que o "impacto" do julgamento do mensalão só ocorrerá quando do início do cumprimento das penas. Ele diz que ainda não sabe como a condenação de pessoas ligadas ao governo repercutirá no País. Mas levanta duas hipóteses: "Ou vai diminuir a corrupção ou vamos ter corruptos mais cuidadosos que não serão pegos".

Tudo o que sabemos sobre:
mensalãojulgamentoCristovam Buarque

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.