Senador Eduardo Braga será relator da MP dos Portos

Líderes de confiança do governo terão os dois postos mais importantes da comissão mista especial para analisar a Medida Provisória 595/2012, que propõe um novo marco regulatório para o setor portuário. A comissão especial será presidida pelo líder do PT na Câmara, José Guimarães (CE), e o relator será o líder do governo no Senado, Eduardo Braga (PMDB-AM). A escolha demonstra a preocupação do governo em manter o texto sob controle durante a tramitação da MP no Congresso. A comissão mista, com deputados e senadores, será instalada amanhã.

DENISE MADUEÑO, Agência Estado

19 de fevereiro de 2013 | 12h21

Depois de conversar com sindicalistas e empresários, ministros fizeram hoje a primeira rodada de discussão com líderes de partidos aliados para reafirmar a disposição do governo de não mexer nos pontos básicos da proposta. Participaram da reunião no Palácio do Planalto as ministras da Casa Civil, Gleisi Hoffmann, de Relações Institucionais, Ideli Salvatti, além do ministro da Secretaria dos Portos, Leônidas Cristino, e líderes do governo na Câmara e no Senado e da base.

O líder do PMDB na Câmara, deputado Eduardo Cunha (RJ), afirmou que o governo está disposto a rever pontos relativos à transparência das novas normas de autorização para a exploração dos portos. "É preciso que as regras estejam bem claras, alguns critérios estão subjetivos", afirmou Cunha. "O governo quer competitividade dos portos e não vai mexer com o essencial, com a base da proposta", reafirmou.

Tudo o que sabemos sobre:
PortosMP 595Relator

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.