Senador do PTB diz que vai propor criação de CPI da Funasa

Mozarildo quer investigação que, para ele, se justifica até pelo fato de Temporão ter diagnosticado corrupção

Rosa Costa, de O Estado de S.Paulo

19 de dezembro de 2008 | 19h29

O senador Mozarildo Cavalcanti (PTB-RR) anunciou nesta sexta-feira, 19,  da tribuna que vai propor, no ano que vem, a criação de uma CPI para apurar denúncias de corrupção na Fundação Nacional de Saúde (Funasa). Ele disse que está coletando dados para amparar a investigação que, acredita, se justifica até pelo fato de o ministro da Saúde, José Gomes Temporão, ter diagnosticado que o grande problema da saúde é a corrupção. "Só no meu Estado, em pouco tempo, dois coordenadores da Funasa foram presos por roubalheira", lembrou. "E eu reitero que roubar da saúde é um crime hediondo porque está se matando um doente que precisa de atendimento medido". Para o senador, o ministro agiu mal ao reconhecer a situação do órgão e nada fazer para mudá-la. "Eu pergunto: será que o ministro não está apenas atirando o sofá da sala?". Ele alertou que, se não mudar a metodologia de atendimento, se não mudar a fiscalização, "a roubalheira vai continuar".

Tudo o que sabemos sobre:
CPI da Funasa

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.