Senador do PSDB não duvida da culpa de ACM e Arruda

O senador Antero Paes de Barros(PSDB-MT) disse, nesta quinta-feira, ao final de sua fala na acareação entre os senadores Antonio Carlos Magalhães (PFL-BA), JoséRoberto Arruda (sem partido-DF) e a ex-diretora do Prodasen Regina Borges, que não tem mais "nenhuma dúvida sobre aparticipação dos envolvidos no processo", que resultou na violação do painel eletrônico do Senado.Paes de Barros é o primeirosuplente do PSDB no Conselho de Ética e poderá vir a substutuir Arruda, que é o titular, numa possível votação.Logo após aarguição de Paes de Barros, o senador Waldeck Ornelas (PFL-BA) solicitou ao presidente do Conselho de Ética, Ramez Tebet, queestabelecesse as regras originais da acareação para limitar as perguntas às divergências entre os depoentes.Ornelas ponderouque estão sendo levantadas novas questões, que não refletem as divergências, tornando a acareação repetitiva.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.