Senador do PPS pede cassação

O senador Carlos Wilson (PPS-PE) disse que o depoimento do senador José Roberto Arruda (sem partido-DF) não convence e agravou a situação, porque ficou claro que tudo é "extremamente contraditório". Wilson defende a acareação entre os senadores e Regina Borges, para que sejam esclarecidos os pontos divergentes e para que seja identificado quem teve mais responsabilidade na violação do painel de votação. Para o senador, Arruda já quebrou o decoro ao mentir, no plenário do Senado, quando negou a existência da lista, em sua primeira defesa. "Mentir é extremamente grave. Ele (Arruda) feriu o decoro, e ferir o decoro já é processo de cassação", ressaltou.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.