Senador do PMDB apóia superávit menor em 2002

O presidente da Comissão Mista de Orçamento, senador Carlos Bezerra (PMDB-MT), apoia a proposta da oposição, de reduzir o superávit primário do Governo Central e estatais, em 2002, dos R$ 31 bilhões propostos pelo projeto da Lei de Diretrizes Orçamentárias (LDO). Emendas apresentadas pela oposição pretendem reduzir essa meta para R$ 5 bilhões. Bezerra afirma que a situação econômica do País é diferente daquela em que foi assinado acordo com o FMI e que é preciso rever a utilização dos recursos do governo. Bezerra não acredita que a redução chegue aos R$ 5 bilhões, mas admite que a oposição poderá forçar o governo a rever esta meta. Bezerra duvida que a LDO seja aprovada até o final desse mês. Além do atraso na entrega do relatório, que estava prevista para a semana passada, o senador lembra que esta semana será mais curta, em função do feriado na próxima quinta-feira.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.