Senador diz que sempre serviu ao governo

O ex-líder do governo no Senado, José Roberto Arruda (PSDB-DF), pediu desculpas aos colegas, dizendo que sempre serviu ao governo ?com lealdade, até em situação de natureza muito mais grave que esta, mesmo quando meus mais legítimos interesses políticos foram contrariados". Ele também pediu desculpas aos colegas do Senado e aos eleitores. O ex-líder agradeceu aos senadores Ramez Tebet (presidente do Conselho de Ética), Roberto Saturnino (relator do processo sobre a violação do painel) e Eduardo Suplicy, pelo fato de os três terem lhe indicado "o caminho da verdade". Arruda agradeceu ainda ao senador Ronaldo Cunha Lima, ex-primeiro secretário do Senado. Aos eleitores, Arruda disse que, apesar desta falha, vem desempenhando seu mandato com honestidade, trabalho e dedicação. Ele disse ainda que "aprendeu a lição, e aconteça o que acontecer", sabe que vai "levantar a cabeça para reencontrar o caminho dos seus sonhos de juventude, que o levaram à vida pública".

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.