Senador diz que adiamento beneficia ACM

O senador Antero Paes de Barros (PSDB-MT) lamentou nesta sexta-feira a decisão tomada nesta manhã pelo senador Saturnino Braga (PSB-RJ) de adiar a entrega de seu relatório sobre o processo de violação do painel eletrônico do plenário do Senado.Para Barros, não existem motivos que justifiquem o adiamento da entrega do relatório. "Se tivesse um fato novo, tudo bem. Mas não tem. Por isso defendo a entrega do relatório o mais rápido possível", disse Barros. Para ele, o adiamento beneficia o senador Antônio Carlos Magalhães. "Nós estamos claramente diante de uma estratégia do senador Antônio Carlos Magalhães para protelar o processo, para que ele caia no esquecimento da população", disse o senador.Antero de Barros disse, entretanto, que não acredita que o senador Saturnino Braga esteja de alguma forma sendo pressionado externamente. "Ele não é um homem de sofrer manobras externas. Não vai abrir mão de sua biografia. Ele está apenas refutando uma antecipação de voto."Antero de Barros defendeu que todo o processo seja concluído neste primeiro semestre.Defendeu ainda o adiamento da votação da Lei de Diretrizes Orçamentárias para assim garantir, se necessário, a não realização do recesso parlamentar em julho, para que o processo da violação do painel eletrônico seja concluído antes do início do segundo semestre.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.