Senador acusa Dilma de fazer campanha antecipada

O senador Jarbas Vasconcelos (PMDB-PE) fez nesta quarta-feira, 16, um novo pronunciamento criticando a presidente Dilma Rousseff. De acordo com a Agência Senado, o pernambucano repercutiu no plenário uma matéria da Folha de S.Paulo que apontou que a presidente aumentou o número de viagens pelo País neste ano. "É profundamente estranho que tudo isso ocorra sob as vistas da Justiça e do Ministério Público Eleitoral". Segundo a reportagem, Dilma viajou mais vezes em 2013 (a mais de dois meses do fim) do que nos outros dois anos de governo.

ALLAN NASCIMENTO, Agência Estado

16 de outubro de 2013 | 17h13

Jarbas também aproveitou o discurso para acusar a presidente de maquiar contas. "Só quem faz isso no mundo é nosso vizinho, a Argentina. Maquiagem contábil; parece brincadeira, é coisa do PT", afirmou. O senador também declarou que, para cumprir as metas para o superávit primário, o governo recorreu a "manobras de contabilidade política."

O senador aproveitou o pronunciamento para fazer críticas à redução na tarifa de energia. Ele classificou a medida como artificial e afirmou que no futuro esse valor vai ser cobrado dos consumidores. Jarbas classificou a redução como uma estratégia para camuflar a inflação.

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

Tendências:

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.