Senado vê pouco apoio a Chávez no Mercosul

O embaixador Paulo Tarso Flecha de Lima foi o único a se dizer "francamente favorável" ao ingresso da Venezuela no Mercosul, entre os 4 convidados de audiência na Comissão de Relações Exteriores. Já os embaixadores Rubens Barbosa e Sérgio Amaral e o representante da CNI, José Augusto Fernandes, criticaram a adesão imediata. "Não podemos nos deixar levar pelo componente passional", disse Flecha de Lima. "Não gostaria que Hugo Chávez fosse presidente do Brasil, mas é passageiro, não é eterno. Os interesses concretos são muito relevantes."

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.