Senado vai publicar atos 'secretos', diz Heráclito

O primeiro-secretário do Senado, Heráclito Fortes (DEM-PI), disse hoje que a Casa publicará todos os "atos secretos" de nomeação e exoneração de funcionários. Segundo ele, os atos são de administrações antigas e estão sendo alvo de uma comissão de sindicância na Primeira-Secretaria. "Deveremos estar recebendo amanhã da comissão encarregada um relatório sobre o apurado. E aí sim tomaremos as medidas administrativas, procurando fazer justiça e, se for o caso, punir responsáveis", afirmou.

ROSA COSTA E LEANDRO COLON, Agencia Estado

10 de junho de 2009 | 20h40

A manifestação de Heráclito foi em resposta a questionamento feito pelo líder do PSDB, Arthur Virgílio (AM). O tucano lembrou que, em depoimento à Mesa Diretora, o ex-diretor-geral do Senado Agaciel Maia negou a existência de atos secretos. O jornal O Estado de S. Paulo revelou hoje a existência de mais de 300 atos secretos com nomeações de apadrinhados, aumentos de salários e criação de cargos para acolher indicados políticos.

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.