Senado pode votar fim do voto secreto nesta quarta-feira

Discussão ganhou corpo após o presidente da Casa, Renan Calheiros, ter sido absolvido com votos fechados

Agência Brasil

24 de outubro de 2007 | 15h29

O Senado realiza nesta quarta-feira, 24,  a quinta e última sessão de discussão, em primeiro turno, das três propostas de emenda à Constituição (PECs) que estabelecem o fim do voto secreto nas votações do Congresso. A discussão ganhou corpo após a sessão que absolveu o presidente do Senado, Renan Calheiros (PMDB-AL) ter sido realizada a portas fechadase com voto fechado. Tem preferência na apreciação o substitutivo do senador Antônio Carlos Valadares (PSB-SE) à PEC 38/2004, apresentada pelo então senador Sérgio Cabral (PMDB-RJ).  As propostas de Cabral e Álvaro Dias determinam o fim do voto secreto em casos de decretação de perda de mandato parlamentar e a PEC de Paulo Paim fala na eliminação dessa prática em todas as votações do Senado e da Câmara.  Também há acordo para votar nesta quarta a chamada cláusula de barreira, que autoriza distinções entre partidos políticos, para fins de funcionamento parlamentar, com base no seu desempenho eleitoral. A proposta é do senador Marco Maciel (DEM-PE).

Tudo o que sabemos sobre:
Voto secretoCaso Renan

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.