Senado pode votar 18 MPs ainda esta semana

O vice-líder do governo, senador Romero Jucá (PSDB-RR), disse hoje que, a partir de amanhã, o Senado começará a votar as 18 Medidas Provisórias (MPs) que estão na pauta da Casa. "Não vejo dificuldades para votar tudo esta semana", previu o líder governista. Segundo ele, enquanto o plenário aprecia as MPs, a Comissão de Constituição e Justiça (CCJ) poderá examinar a emenda constitucional que prorroga a CPMF depois que a matéria chegar ao Senado. "Temos que trabalhar em todas as frentes para aprovar a CPMF", disse o líder. "Assim que chegar a emenda da CPMF será lida, publicada e tocada conforme as regras do regimento", reafirmou, por sua vez, o presidente do Senado, Ramez Tebet (PMDB-MS), ressaltando que a redução dos prazos de tramitação depende da unanimidade das lideranças partidárias. Romero Jucá disse também que o governo espera contar com o apoio do PFL na votação da CPMF. "Vamos procurar o PFL para buscar uma convergência", informou. Ele acredita ainda que o PMDB não vai obstruir a votação das MPs no Senado como forma de pressionar a Câmara a votar o decreto legislativo que restaura a autonomia dos partidos políticos para a formação das coligações com vistas às próximas eleições.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.