Senado não deve rever cassação de Estevão

O presidente do Senado, Jáder Barbalho (PMDB-PA), disse hoje que não acredita que o Senado venha a rever a cassação do seu ex-correligionário, senador Luis Estevão (DF). "No Senado, não creio (em revisão)", afirmou Barbalho. Ele avaliou também como remota a possibilidade de o Supremo Tribunal Federal (STF) vir a anular a sessão do Senado que decidiu pela cassação. Segundo Barbalho, o STF tem declarado que estas questões são "interna corporis", devendo ser resolvidas pelo próprio Congresso. O senador observou ainda que as declarações do senador Antônio Carlos Magalhães (PFL-BA) publicadas na revista IstoÉ desta semana não levanta a hipótese de adulteração do resultado da sessão. O questionamento é apenas sobre a possibilidade de vazamento do sigilo do voto, que teria ocorrido após a conclusão da votação.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.