Senado não deve reabrir caso do painel

O primeiro-secretário do Senado, senador Carlos Wilson (PPS-PE), afirmou que, regimentalmente, não há possibilidade de reabertura do processo em que se investigou a violação do sigilo do painel eletrônico do plenário, e que resultou na renúncia dos então senadores Antonio Carlos Magalhães e José Roberto Arruda. A reabertura do processo foi solicitada ao Conselho de Ética pelo líder do bloco oposicionista, senador José Eduardo Dutra (PT-SE), que afirmou ser esta a forma de se esclarecer a suspeita, levantada contra ele, de também ter participado da violação do painel. O presidente do Conselho de Ética, senador Ramez Tebet (PMDB-MS), disse que a decisão de reabrir a apuração não caberia ao Conselho, e sim à Mesa Diretora. Carlos Wilson afirmou que, se Dutra quiser a reabertura do processo, terá que apresentar fatos novos.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.