Senado homenageia Brindeiro com queijos e vinhos

A recondução do procurador-geral da República, Geraldo Brindeiro, foi comemorada nesta quarta-feira no Senado com queijos e vinhos oferecido pelo senador Ney Suassuna (PMDB-PB). Brindeiro acompanhou a votação em seu gabinete na Procuradoria e só chegou ao cafezinho do Senado para participar da festa depois de ter garantida a sua permanência no cargo, por mais dois anos, e recebeu cumprimentos de parlamentares de todos os partidos, inclusive da oposição. "Fiz questão de homenageá-lo, repetindo a festa que havia oferecido a Brindeiro na outra vez que ele foi reconduzido ao cargo", comentou Suassuna, que costuma fazer comemorações de aniversários de Medidas Provisórias editadas pelo Planalto e não votadas pelo Congresso. Brindeiro, que foi reconduzido pela terceira vez ao cargo para mais dois anos de mandato, obteve 55 votos a favor, 18 contra e uma abstenção. Na sessão desta quarta o procurador voltou a ser duramente criticado por sua atuação e chamado novamente de "engavetador" de processos.O discurso mais veemente foi do senador Pedro Simon (PMDB-RS) que reiterou que Brindeiro não tem perfil para o cargo porque prefere arquivar a dar continuidade aos processos."Isso não é verdade, ele rebateu cada uma das denúncias de arquivamento", afirmou Suassuna.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.