Senado faz leitura do requerimento da CPI da Petrobras

O presidente do Senado, Renan Calheiros (PMDB-AL), fez nesta terça-feira, 01, a leitura do requerimento para criação de CPI da Petrobras na Casa. A leitura foi feita pela senadora Vanessa Grazziotin (PCdoB-AM) em plenário. Os senadores têm até a meia-noite desta terça-feira para retirar ou acrescentar assinaturas.

RICARDO BRITO, Agência Estado

01 de abril de 2014 | 17h49

A CPI do Senado tem, no momento, 29 assinaturas, duas a mais que o mínimo necessário.

Entre os quatro objetos previstos na investigação parlamentar, está o pedido de apuração da compra da refinaria de Pasadena, no Texas (EUA). Conforme revelou o jornal O Estado de S.Paulo, a presidente Dilma Rousseff, quando era presidente do Conselho de Administração da Petrobras, votou a favor da operação, mesmo tendo se embasado em um resumo juridicamente falho.

A senadora e ex-ministra da Casa Civil Gleisi Hoffmann (PT-PR) questionou em plenário o escopo do pedido de CPI apresentado pela oposição. Ela argumentou que os quatro objetos sugeridos não fariam parte de um mesmo fato determinado.

Mais conteúdo sobre:
CPIPetrobrasleitura

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.