Senado elege novo presidente do Conselho de Ética às 10h

O novo presidente do Conselho de Ética do Senado será eleito hoje em reunião marcada para 10 horas. O PMDB indicou para o cargo o senador Juvêncio da Fonseca (PMDB-MS), que, se eleito, ocupará a vaga aberta com a renúncia do senador Gilberto Mestrinho (PMDB-AM). A escolha de Juvêncio, no entanto, deverá ser contestada por setores do PSDB e da oposição, para quem o comando do Conselho de Ética não deveria ficar com aliados do senador Jader Barbalho (PMDB-PA) que está sendo investigado por denúncias de corrupção. Mas, se confirmada a eleição de Juvêncio, o PMDB - que ficou isolado ontem na defesa de Jader - retoma o controle do Conselho, ocupado interinamente pelo PFL com o senador Geraldo Althoff (SC). Em meio a essa discussão, deverá ser lida hoje a indicação, aprovada pelo Conselho, pedindo providências da Mesa para impedir o retorno de Jader Barbalho à presidência do Senado. O período de licenciamento do senador paraense do cargo expira na próxima segunda-feira, dia 17. Depois da leitura da indicação, ela será submetida à Comissão de Constituição e Justiça (CCJ), conforme anunciou o presidente em exercício do Senado, Edison Lobão (PFL-MA).

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.