Senado divulgará na web lista de gasto com verba indenizatória

Publicação das notas fiscais com o gasto dos senadores não será retroativa; medida valerá a partir de abril

ANA PAULA SCINOCCA, Agencia Estado

05 de março de 2009 | 13h09

O Senado vai divulgar, a partir de abril, na internet, os gastos detalhados dos 81 senadores com a chamada verba indenizatória - valor mensal de R$ 15 mil para gastos administrativos como gráfica, combustíveis, alimentação e hospedagem. A informação foi dada nesta quinta-feira, 5, pelo presidente da Casa, José Sarney (PMDB-AP), depois de reunião da Mesa Diretora.   Veja também:  Especial: Saiba quanto custam os parlamentares  Sarney defende fim da verba indenizatória de parlamentar  Câmara volta atrás e vai divulgar CNPJ em prestação de contasSegundo Sarney, a exemplo da Câmara, a divulgação vai incluir os dados do Cadastro Nacional de Pessoa Jurídica (CNPJ) das empresas mencionadas pelos senadores nas notas fiscais apresentadas para justificar o uso da verba indenizatória. Também vão estar disponíveis na internet informações como o nome da empresa, o número da nota fiscal e os valores das despesas executadas pelos parlamentares.A publicação das notas fiscais, no entanto, não será retroativa, disse Sarney. "Vamos seguir no mesmo lado, fazer o que a Câmara procedeu. Nós colocaremos todas as informações necessárias com a maior transparência possível", disse ele. O senador evitou criticar seus antecessores, que não tomaram a decisão política de divulgar as notas fiscais na internet. "Não posso censurar aqueles que antecederam. A responsabilidade passa a ser agora minha, como presidente da Casa", afirmou.

Tudo o que sabemos sobre:
Senadoverba indenizatóriainternet

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.