Senado discute MPs que reajustam salários de servidores

Os senadores iniciaram no final da tarde desta terça-feira a discussão em plenário sobre as nove medidas provisórias (MPs) que reajustam o salário de servidores públicos e que, caso não sejam aprovadas até o dia 27 de novembro, perderão a validade.Essas MPs foram editadas pelo governo no final de junho, no último dia do prazo permitido pela legislação eleitoral para promoção de mudanças no salário do funcionalismo, e os reajustes, em grande parte, já estão em vigor. No caso de a aprovação das MPs pela Câmara não ser confirmada pelo plenário do Senado, os reajustes devem ser revogados.De acordo com cálculos do governo, 320 mil servidores estão na dependência da confirmação das MPs pelo Senado.

Agencia Estado,

17 de outubro de 2006 | 18h30

Encontrou algum erro? Entre em contato

Tendências:

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.